Posts Tagged ‘ibm’

Xadrez: Confronto de 12 anos atrás orienta pesquisas com Inteligência Artificial

novembro 16, 2009

 

Capa de filme contando a história do confronto Homem x Máquina

Capa de filme contando a história do confronto Homem x Máquina

Por Guilherme Romeu

“Como você faz um computador piscar?”, diziam os cartazes anunciando a disputa entre o homem e a máquina da IBM. O homem, o campeão de xadrez Garry Kasparov, havia vencido um primeiro confronto em 1996, contra o Deep Thought (Pensamento profundo) e declarado:”Não consigo imaginar uma vida onde o raciocínio do computador seja superior ao da mente. Eu o venci para proteger a raça humana.”

A IBM, passou um ano  aprimorando a máquina e o software, acrescentando à excepcional capacidade de cálculos, uma dose de intuição humana, representada por um enorme banco de dados, sobre teoria de aberturas. Isto é, todo o conhecimento  existente sobre andamentos de jogos a partir das  possibilidades de movimentos iniciais. Para o Deep Blue, os primeiro movimentos da partida,   não deveriam ser calculados, e sim consultados de uma base consolidada por intuição e conhecimento  humanos.

Limites da Intuição Emoção e Razão marcaram confronto

O jogo de 1997  vencido pelo Deep Blue,  mais do que uma fria batalha racional, foi marcado pela guerra psicológica, de Kasparov contra ele mesmo. Depois de desdenhar da capacidade do computador, o campeão protagonizou atos de deselegância, alegando fraude em meio  a partida, e declarando que havia um operador interferindo nas ações do computador, principalmente, quando este rejeitou um peão dado por kasparov em um movimento.

A aquitetura deste computador, indicou o caminho trilhado atualmente pelas máquinas com vários núcleos de processamento, e alimentou muitas discussões filosóficas sobre intuição, heurística, teoria dos jogos, e seus limites. Afinal o computador não derrotou o campeão se utilizando somente de sua capacidade de cálculos, e sim simulando  um raciocínio divergente, intuitivo, para o qual se utilizou de um banco de dados humano, lançando várias das bases para atuais pesquisas com Inteligência Artificial.

Anúncios