Archive for the ‘Fórmula 1’ Category

Jornal confirma ida de Jenson Button para a McLaren

novembro 17, 2009

[picapp src=”1/c/7/b/F1_Grand_Prix_5ae1.jpg?adImageId=7580490&imageId=4999597″ width=”380″ height=”253″ /]

Por Mariana Peccicacco

O jornal britânico The Guardian informou nesta segunda-feira que Jenson Button será o novo companheiro de Lewis Hamilton na McLaren. De acordo com o jornal o salário do inglês estaria fechado em £6 milhões por ano, o equivalente a R$ 17,2 milhões, o dobro do que recebia na Brawn GP. Jenson teria assinado um contrato de 3 anos.Vale ressaltar que o salário de Hamilton é de £12 milhões, ou R$ 34,5 milhões por ano.

Ainda entre os anúncios desta segunda-feira, a montadora alemã Mercedes-Benz anunciou que comprou a BrawnGP, que teve Rubens Barrichello e Jenson Button como pilotos em 2009. Dieter Zetsche, presidente da montadora afirmou ainda durante uma entrevista coletiva em Frankfurt, que a empresa vendeu suas ações da McLaren e já não tem mais controle sobre a escuderia inglesa.

A partir de 2010 a Mercedes-Benz irá controlar 75,1% da nova escuderia. Ross Brawn ainda será o diretor da equipe e o corrdenador será Norbert Haug, diretor da Mercedes-Bens Motorsports e a pintura verde dos carros será substituída pela cor prateada, tradicional nos carros da montadora.

Rubinho é quarto nos Emirados Árabes e termina o Mundial em terceiro

novembro 6, 2009

[picapp src=”b/f/5/0/F1_Grand_Prix_c818.jpg?adImageId=7157859&imageId=6942140″ width=”380″ height=”262″ /]

Por Mariana Peccicacco
Rubens Barrichello, o Rubinho, deixou escapar na última corrida do Mundial a chance de ser vice-campeão. Sebastian Vettel, que estava na disputa pela segunda colocação do Mundial, se aproveitou de uma quebra no carro de Lewis Hamilton e venceu a prova no circuito de Yas Marina. Rubinho foi quarto. Com o resultado o alemão terminou o campeonato com 84 pontos, sete a mais que o brasileiro. Jenson Button, que havia vencido o Mundial já na etapa de Interlagos, foi terceiro.

Após 17 corridas, o mundial terminou da seguinte forma:
1.
Jenson Button, ING, Brawn-Mercedes, 95 pontos
2. Sebastian Vettel, ALE, RBR-Renault, 84
3. Rubens Barrichello, BRA, Brawn-Mercedes, 77
4. Mark Webber, AUS, RBR-Renault, 69,5
5. Lewis Hamilton, ING, McLaren-Mercedes, 49
6. Kimi Raikkonen, FIN, Ferrari, 48
7. Nico Rosberg, ALE, Williams-Toyota, 34,5
8. Jarno Trulli, ITA, Toyota, 32,5
9. Fernando Alonso, ESP, Renault, 26
10. Timo Glock, ALE, Toyota, 24
11. Felipe Massa, BRA, Ferrari, 22
20. Nelsinho Piquet, BRA, Renault, 0

Dança das cadeiras: Fórmula 1 poderá ter quatro pilotos brasileiros em 2010

outubro 9, 2009

[picapp src=”1/f/f/e/PicImg_F1_Mar_2009_5103.JPG?adImageId=4962053&imageId=4393055″ width=”380″ height=”253″ /]

Por Mariana Peccicacco

Com a temporada 2009 da Formula 1 chegando ao fim, já começam as especulações sobre qual piloto irá competir por qual equipe e qual piloto ficará a pé. A novidade para 2010 é que poderemos ver quatro pilotos brasileiros nos grids de largada. Além de Felipe Massa e Rubens Barrichelo, Bruno Senna e Lucas Di Grassi tem grandes chances de se tornarem pilotos oficiais de alguma escuderia.

O destino de Rubens Barrichelo ainda não foi revelado, porém o piloto garante que continua na categoria em 2010. As chances de continuar na Brown são mínimas e especula-se que ele fará dupla com o alemão Nico Hulkenberg na Williams.

Tudo indica que em 2010 finalmente Bruno Senna, sobrinho de Ayrton Senna, irá correr na Formula 1. O piloto que acabou perdendo a disputa por uma vaga na Brown em 2009 para Rubinho afirma que terá “boas notícias nos próximos dias”. Existem grandes chances que ele entre em uma das quatro novas escuderias, principalmente na Campos.

Lucas Di Grassi, atual piloto reserva da Renault, viu crescerem as suas chances de virar piloto oficial ao ver o brasileiro Nelsinho Piquet envolvido no escândalo de manipulação de resultados, ser banido da equipe e seu substituto Romain Grosjean não conseguir bons resultados nas provas que disputou. Apesar de declarar que sua prioridade é ficar na equipe, ele também está sendo sondado pelas novas escuderias. Segundo o portal UOL existe até uma mínima chance de Lucas fazer sua estréia já em Interlagos, no próximo dia 18 de outubro.

Já Felipe Massa, que não está na disputa do campeonato devido ao acidente que sofreu no GP da Hungria em julho, deverá permanecer na Ferrari. Felipe voltará a pilotar um carro de Formula 1 ainda esta semana e deverá dar a bandeirada final do GP do Brasil. Outros pilotos que já confirmaram que permanecerão em suas equipes são Lewis Hamilton, da McLaren e Sebastian Vettel, da Red Bull.

Além dos brasileiros outros pilotos agitam as especulações para a próxima temporada. Tudo indica que Fernando Alonso, atual primeiro piloto da Renault, irá substituir Kimmi Räikkönen na Ferrari. Para substituir o espanhol a escuderia francesa confirmou a contratação do polonês Robert Kubica. Já o finlandês está sendo sondado pela McLaren, Brown GP e Toyota. Se não fechar com uma equipe boa, o iceman (ou homem de gelo) já anunciou que poderá trocar a Formula 1 pelo Mundial de Rali. Nico Rosberg poderá integrar a Brown GP, mas especula-se que, caso Räikkönen não feche com a McLaren, ele seja o dono da vaga na equipe inglesa.

Sorte para uns e azar para outros. Existem grandes chances de os pilotos Heikki Kovalainen, Kasuki Nakajima ficarem a pé. Nick Heidfeld e Jarno Trulli ainda seguem na disputa pelas vagas das equipes estreantes. Com apenas mais duas etapas até o final do campeonato quem ainda não tem equipe precisa correr para não ficar de fora.