Arquivo do Autor

Cacá Bueno é tricampeão de Stock Car

novembro 24, 2009

Cacá terminou a prova de Tarumã em terceiro lugar e garantiu o tricampeonato

Por Adriana Rollo

Cacá Bueno comemorou eufórico o tricampeonato no último domingo, 22. Mesmo terminando a prova de Tarumã em terceiro lugar, Cacá conseguiu a vitória do campeonato com uma corrida de antecipação. Luciano Burti venceu pela primeira vez a prova.

O resultado positivo e a vitória antecipada aconteceram porque os adversários diretos de Cacá, Ricardo Maurício e Thiago Camilo abandonaram a prova.

O piloto afirmou à imprensa que controlou a corrida de dentro do carro, enquanto estava constantemente  informado sobre a posição de seus principais  adversários e assim optou por não se concentrar na vitória da prova de Tarumã, mas garantir o título  fazendo uma corrida regular.

Comemorando no pódio com seus colaboradores Cacá aproveitou o momento de glória para elogiar o trabalho da RBR-WA Mattheis, equipe pela qual estreou nesta temporada. Ele destacou também a regularidade da equipe nas últimas e decisivas provas, razão do tri antecipado. O piloto afirmou que o título veio com muito esforço, em uma equipe nova, em que aprende coisas novas a cada dia.

Apesar de ter vencido apenas uma corrida, o vencedor esteve presente em muitos pódios e garantiu uma pontuação alta no final da temporada. O mais importante para o piloto foi realizar uma temporada tranqüila, com paciência e sem assumir riscos ou causar acidentes.

Sobre a temporada de 2010, Cacá diz estar pronto! A vitória deste ano garantiu visibilidade ao piloto, que foi convidado para uma série de testes com a equipe americana Nascar. Os testes devem acontecer no início do ano que vem.

Emoções da Stock Car seguem em 2010

novembro 19, 2009

Campeonato 2009 segue apertado com liderança de Cacá Bueno

Por Adriana Rollo

Competidores e fãs das provas de Stock Car já podem comemorar. A Rede Globo e a Vicar Promoções, que organiza a Stock Car, confirmaram um acordo para transmissão e organização da temporada do ano que vem.

A Globo confirmou que continuará acompanhando as emoções do esporte em 2010 e o presidente da Vicar, Carlos Col, afirmou que a transmissão é essencial para a difusão do Stock Car como a principal categoria do automobilismo brasileiro. 

Carlos comentou que a parceria entre a Globo e a Vicar está sendo um sucesso, pois além de trazer visibilidade para o Stock Car, fez com que a categoria atingisse um nível de profissionalismo e competitividade que oferece disputas emocionantes para o público.

O calendário de provas do ano que vem também foi divulgado e a última etapa será realizada pela primeira vez em Curitiba. Nos anos anteriores o encerramento foi em Interlagos.

O campeonato deste ano ainda está indefinido. A última prova será dia 6 de dezembro em São Paulo. Cacá Bueno ainda é o líder com 267 pontos, seguido por Ricardo Mauricio, com 243.

500 milhas da Granja Viana reúne estrelas do automobilismo

novembro 16, 2009

[picapp src=”3/c/7/e/Michael_Schumacher_Rubens_fe7b.jpg?adImageId=7533730&imageId=5725467″ width=”380″ height=”257″ /]

Por Mariana Peccicacco

A tradicional competição de kart das 500 milhas da Granja Viana deverá receber nos dias 4 e 5 de dezembro grandes nomes do automobilismo mundial. Os treinos livres para as equipes participantes começaram nesta segunda-feira. Estão confirmadas na competição a presença de Rubens Barrichello, Felipe Massa, Tony Kanaan, Felipe Giaffone, Lucas di Grassi entre outros pilotos.

No total serão 60 karts distribuídos entre equipes de no mínimo dois e no máximo dez pilotos. Em 2008 a equipe comandada por Rubens Barrichello foi a campeã. Além do piloto da Fórmula 1, também fizeram parte do time Tony Kanaan, Felipe Giaffone, Renato Russo e Luciano Burti. Barrichello já informou que irá manter a mesma equipe para esta edição.

A competição poderá ser acompanhada na TV pelo canal SporTV

Confira a programação:
Dia 5 de dezembro (sábado)

10h00 – Corrida do “Top Qualifying” (30 minutos)
12h20 – Pré-largada e largada

Durante a corrida: 10 flashes com duração de dois minutos cada.

Bandeirada e pódio

Silvana Lima cresce no mundial feminino de surf

novembro 12, 2009
Silvana Lima

Silvana Lima conquista boa colocação no mundial

Por Adriana Rollo

A surfista cearense Silvana Lima passou bem pela bateria de estréia do mundial feminino de surf nesta quinta-feira e garantiu uma vaga na terceira fase da competição.

A prova aconteceu em Lobitos, no Peru, e sofreu dois dias de adiamento por causa do mau tempo. As principais concorrentes da brasileira, são Stephanie Gilmore e Samantha Cornish, ambas da Austrália e Analí Gomez do país sede da competição.

Todas também terminaram a prova de estréia com boas colocações.

Rubinho é quarto nos Emirados Árabes e termina o Mundial em terceiro

novembro 6, 2009

[picapp src=”b/f/5/0/F1_Grand_Prix_c818.jpg?adImageId=7157859&imageId=6942140″ width=”380″ height=”262″ /]

Por Mariana Peccicacco
Rubens Barrichello, o Rubinho, deixou escapar na última corrida do Mundial a chance de ser vice-campeão. Sebastian Vettel, que estava na disputa pela segunda colocação do Mundial, se aproveitou de uma quebra no carro de Lewis Hamilton e venceu a prova no circuito de Yas Marina. Rubinho foi quarto. Com o resultado o alemão terminou o campeonato com 84 pontos, sete a mais que o brasileiro. Jenson Button, que havia vencido o Mundial já na etapa de Interlagos, foi terceiro.

Após 17 corridas, o mundial terminou da seguinte forma:
1.
Jenson Button, ING, Brawn-Mercedes, 95 pontos
2. Sebastian Vettel, ALE, RBR-Renault, 84
3. Rubens Barrichello, BRA, Brawn-Mercedes, 77
4. Mark Webber, AUS, RBR-Renault, 69,5
5. Lewis Hamilton, ING, McLaren-Mercedes, 49
6. Kimi Raikkonen, FIN, Ferrari, 48
7. Nico Rosberg, ALE, Williams-Toyota, 34,5
8. Jarno Trulli, ITA, Toyota, 32,5
9. Fernando Alonso, ESP, Renault, 26
10. Timo Glock, ALE, Toyota, 24
11. Felipe Massa, BRA, Ferrari, 22
20. Nelsinho Piquet, BRA, Renault, 0

Poliana Okimoto leva o ouro no Circuito Mundial

outubro 23, 2009
Poliana comemora o ouro no mundial

Poliana comemora o ouro no mundial

por Adriana Rollo

Na manhã do último dia 21 de outubro, a nadadora brasileira Poliana Okimoto conquistou um feito inédito para o esporte brasileiro. Poliana venceu com folga o Circuito mundial de Maratonas Aquáticas. Larissa Ilchenko da Rússia completou a prova em segundo lugar e a alemã Ângela Maurer chegou em terceiro.

A nadadora chegou a ficar em 10º lugar nas etapas anteriores, mas com muito esforço conseguiu recuperar posições e chegar perto do título para a etapa final, que aconteceu em Sharjah, nos Emirados Árabes. Poliana prescisava apenas entrar na água e completar a prova no tempo limite exigido pelo regulamento. Ela fez mais, e venceu a última etapa, conquistando a medalha de ouro na prova dos 10 km.
Em entrevista à Rede Globo de Televisão, Poliana revelou que tinha medo do mar e de tubarões, mas conseguiu entrar no mar revolto e concluir a prova da melhor forma possível. A atleta afirmou ainda estar extremamente feliz com a conquista, que foi a maior superação da sua carreira.

Poliana bateu seu próprio recorde de 2007 e o de Ana Marcela em 2008, ambas terminaram a prova garantindo a medalha de bronze. O título deste ano é inédito para o Brasil em uma prova feminina fora da categoria máster.

Na etapa masculina, o brasileiro Allan do Carmo também ficou bem colocado em Sharjah com oitavo lugar e finalizou o circuito total na segunda colocação, superando a sua marca de 2008, ano em que terminou com a quinta posição. O feito de Allan também é inédito entre os nadadores brasileiros.

COB conta a história de grandes esportistas no Manual do Pequeno Atleta

outubro 21, 2009

 

Manual do pequeno Atleta, da jornalista Rosane Araújo

Manual do pequeno Atleta, da jornalista Rosane Araújo

Por Mariana Peccicacco

O Comitê Olímpico Brasileiro (COB) lança nesta quinta-feira, no Rio de Janeiro o Manual do Pequeno Atleta, um livro que conta a história da infância de grandes atletas brasileiros. A jornalista Rosane Araújo, autora do livro estará a partir das 19 horas na Livraria da Travessa do Shopping Leblon autografando os livros.

Os atletas que contaram a sua história foram Cesar Cielo, Zico, Oscar, Guga, Gustavo Borges, Diego Hypolito, Flávio Canto, Maurren Maggi, Claudinei Quirino, Janeth, Fernando Meligeni, Luisa Parente, Emanuel, Tande, Paula Pequeno, Bruno Souza, Meg e Natália Falavigna. Os pessoal do vôlei estará presentes na noite de autógrafos.

SERVIÇO:

O que? Lançamento do livro Manual do Pequeno Atleta, da jornalista Roseane Araújo

Quando? Dia 22 de outubro de 2009, às 19 horas

Onde? Livraria da Travessa, Shopping Leblon, RJ

 

Dança das cadeiras: Fórmula 1 poderá ter quatro pilotos brasileiros em 2010

outubro 9, 2009

[picapp src=”1/f/f/e/PicImg_F1_Mar_2009_5103.JPG?adImageId=4962053&imageId=4393055″ width=”380″ height=”253″ /]

Por Mariana Peccicacco

Com a temporada 2009 da Formula 1 chegando ao fim, já começam as especulações sobre qual piloto irá competir por qual equipe e qual piloto ficará a pé. A novidade para 2010 é que poderemos ver quatro pilotos brasileiros nos grids de largada. Além de Felipe Massa e Rubens Barrichelo, Bruno Senna e Lucas Di Grassi tem grandes chances de se tornarem pilotos oficiais de alguma escuderia.

O destino de Rubens Barrichelo ainda não foi revelado, porém o piloto garante que continua na categoria em 2010. As chances de continuar na Brown são mínimas e especula-se que ele fará dupla com o alemão Nico Hulkenberg na Williams.

Tudo indica que em 2010 finalmente Bruno Senna, sobrinho de Ayrton Senna, irá correr na Formula 1. O piloto que acabou perdendo a disputa por uma vaga na Brown em 2009 para Rubinho afirma que terá “boas notícias nos próximos dias”. Existem grandes chances que ele entre em uma das quatro novas escuderias, principalmente na Campos.

Lucas Di Grassi, atual piloto reserva da Renault, viu crescerem as suas chances de virar piloto oficial ao ver o brasileiro Nelsinho Piquet envolvido no escândalo de manipulação de resultados, ser banido da equipe e seu substituto Romain Grosjean não conseguir bons resultados nas provas que disputou. Apesar de declarar que sua prioridade é ficar na equipe, ele também está sendo sondado pelas novas escuderias. Segundo o portal UOL existe até uma mínima chance de Lucas fazer sua estréia já em Interlagos, no próximo dia 18 de outubro.

Já Felipe Massa, que não está na disputa do campeonato devido ao acidente que sofreu no GP da Hungria em julho, deverá permanecer na Ferrari. Felipe voltará a pilotar um carro de Formula 1 ainda esta semana e deverá dar a bandeirada final do GP do Brasil. Outros pilotos que já confirmaram que permanecerão em suas equipes são Lewis Hamilton, da McLaren e Sebastian Vettel, da Red Bull.

Além dos brasileiros outros pilotos agitam as especulações para a próxima temporada. Tudo indica que Fernando Alonso, atual primeiro piloto da Renault, irá substituir Kimmi Räikkönen na Ferrari. Para substituir o espanhol a escuderia francesa confirmou a contratação do polonês Robert Kubica. Já o finlandês está sendo sondado pela McLaren, Brown GP e Toyota. Se não fechar com uma equipe boa, o iceman (ou homem de gelo) já anunciou que poderá trocar a Formula 1 pelo Mundial de Rali. Nico Rosberg poderá integrar a Brown GP, mas especula-se que, caso Räikkönen não feche com a McLaren, ele seja o dono da vaga na equipe inglesa.

Sorte para uns e azar para outros. Existem grandes chances de os pilotos Heikki Kovalainen, Kasuki Nakajima ficarem a pé. Nick Heidfeld e Jarno Trulli ainda seguem na disputa pelas vagas das equipes estreantes. Com apenas mais duas etapas até o final do campeonato quem ainda não tem equipe precisa correr para não ficar de fora.

Vidaesportiva entrevista Marcelo Giardi, o Marreco, melhor wakeboarder do Brasil

outubro 8, 2009
web_merreco

Marcelo Giardi, o Marreco, durante manobra de wakeboard

Por Mariana Peccicacco

O Vidaesportiva esteve recentemente participando do São Paulo Boat Show. Lá teve a oportunidade de conversar com Marcelo Giardi, o Marreco, melhor wakeboarder do Brasil. Durante um papo descontraído o atleta revelou como começou a praticar o esporte e quem são suas inspirações para continuar andando e competindo.

 Atualmente Marreco é o sul-americano que conseguiu chegar mais longe na ranking mundial dividindo a sexta colocação com Trevor Hansen. Dentre outros títulos, Marreco conquistou a medalha de ouro no Pan-Americano do Rio de Janeiro, na primeira participação do esporte na competição.

Confira abaixo como foi a entrevista:

Vidaesportiva: Há quanto tempo você treina wakeboard e como é o seu treinamento?

Marreco: Treino há 13 anos. Comecei a andar em 1996 e tento andar todo dia de wake. Sempre que dá eu tento andar. Não tenho regrado duas vezes por dia ou todo diapor que tem dia que está ventando não dá pra andar ou está chovendo. Então em média umas quatro vezes por semana.

VE: Por que você começou a andar de wake?

M: Por que eu esquiava desde os cinco anos e minha família sempre esquiou, então foi natural. Quando surgiu o wake eu experimentei e apaixonei na hora.

VE: E chegando perto de campeonato você intensifica o treinamento ou segue a mesma rotina?

M: Dou uma intensificada, uma pilhada a mais. Como agora quando teve o campeonato no Cable [park, válido pela terceira etapa do campeonato paulista], a gente estava indo quase todo dia lá treinar.

VE:  Qual a dificuldade de conseguir patrocínio principalmente para um esporte que não é amplamente divulgado?

M: Hoje eu não posso reclamar. Eu vivo do esporte desde 2000. Trabalhei bastante para isso e trabalho bastante pelas marcas e acabo dando um retorno bom. Então, para mim tudo que eu consegui foi fruto do meu trabalho, mas com certeza é difícil. Sou a única pessoa que vive mesmo do wake, de patrocínio. Eu tenho a loja e a escola, mas conseguiria viver só de patrocínio. É difícil mas as pessoas tem que trabalhar pela empresa. Não dá para pensar que alguém vai ajudar ‘ah, preciso de ajuda, preciso de ajuda’. Não é ajuda! Se não der retorno a empresa não vai investir em você.  Não adianta querer patrocínio se você não der retorno. Por que o cara vai te dar dinheiro? Não tem nexo, né?

VE: E quem são seus patrocinadores hoje em dia?

M: Oakley, TNT Energy Drink e Marreco Wake School.

VE: Qual o melhor lugar que você já andou de wake no mundo?

M: São vários! Orlando, na Flórida é irado, mas Manaus… Pra mim o melhor lugar do mundo pra andar de wake é Manaus. Tem as represas em São Paulo também, Igaratá, Bragança Paulista, Nazaré. Onde tem água lisa e água boa é bom de andar. Tem a Guarapiranga, que é dentro de São Paulo também. Mas o melhor do mundo mesmo é Manaus, sem dúvida!

VE: Quem, pra você, é, no momento, o melhor wakeboarder do mundo?

M: Pra mim é o Danny Harf. Ele é o melhor há vários anos. O cara acertou o 1260, que são três giros e meio. Foi o único a acertar esta manobra. É Muito bom ver o cara andar, o estilo que ele tem… Sem dúvida é o Danny Harf.

VE: E quem te inspira a andar de wake?

M: Meus amigos, que andam comigo direto. Sempre andar com a galera, um vai pilhando o outro. Acho que a galera que eu ando junto. Os gringos acho que inspiram, assistindo às filmagens, mas quem te inspira mesmo no dia a dia acho que é a pessoa que anda junto com você, como o Jovem, o Josh, o Valim.

VE: Que dicas você dá para quem quer começar no esporte?

M: Tem que procurar uma escola de wake. Tem a minha escola, a Marreco Wake School, mas não importa onde seja. No país inteiro tem uma escola de wake. Então procure uma escola, para aprender do jeito certo e vai pra cima! Não tenha medo de tomar tombo. Mesmo se não tiver uma escola, mas tiver um amigo que tenha prancha, põe no pé e tenta andar! Tem que tentar, tem que ter atitude, vontade, que vai conseguir!

Para quem gostou da idéia e quer aprender a andar de wake, entre em contato com o Marreco através do site www.marrecowake.com.br.

Tiger Woods é o primeiro atleta do mundo a ganhar US$1 bilhão

outubro 6, 2009
Jogador é o atleta mais bem pago do mundo

Jogador é o atleta mais bem pago do mundo

Por Mariana Peccicacco

 

O jogador americano de golfe Tiger Woods chegou a casa de US$ 1 bilhão arrecadados desde que começou a sua carreira. Esta é a primeira vez na história que um atleta atinge a marca. De acordo com a revista Forbes, o golfista chegou ao impressionante número após vencer os playoffs da Copa FedEx e levar para casa nada menos que US$ 10 milhões. Ainda segundo a revista, só em patrocínios da Nike ele recebe por ano US$ 30 milhões.

 Woods tem apenas 33 anos e começou a jogar profissionalmente em 1996. Em 2002 ele se tornou o atleta mais bem pago do mundo e desde então nunca mais foi alcançado por ninguém. Para se ter idéia, o segundo atleta mais bem pago do mundo é o já aposentado Michael Jordan, que segundo a Forbes irá demorar cerca de cinco anos para atingir a mesma marca de Woods.